6 dicas para tirar o máximo da leitura de um livro

Todos sabemos que ler mais livros pode trazer uma infinidade de benefícios para nossa vida pessoal e profissional, mas um bom livro oferece algo que poucas coisas também conseguem: uma nova maneira de lidar com experiências anteriores. É como se nosso cérebro fosse atualizado, e a capacidade de entender e se relacionar com os problemas mudasse também.

Entretanto, isso só é possível se o conteúdo for realmente internalizado pelo leitor. Em outras palavras, o que importa não é simplesmente ler mais livros, mas obter mais de cada livro que você lê. Pensando nisso, separamos as melhores estratégias de compreensão de leitura que encontramos. 

Conheça mais sobre o livro

Uma boa forma de se contextualizar a respeito de um livro é buscando conhecer melhor o autor e as demais obras publicadas por ele. Esse processo é relevante para ambientar o que está sendo lido e torná-lo mais próximo desse conteúdo. Além de conferir a capa, ler a orelha, dar uma passada de olhos pelo prefácio, informe-se também sobre a vida do escritor que escreveu aquela obra, tendo assim mais facilidade de compreender o que ele quis transmitir ali.

Converse com amigos

Pessoalmente, em uma mesa de café, ou através de um chat, estabelecer diálogos sobre suas percepções do que está lendo pode ajudar muito a fixar os insights. Quando falamos sobre algo que lemos, há muito mais chances de memorizarmos o conhecimento adquirido. Além disso, o ponto de vista de outra pessoa é sempre útil para que possamos compreender o nosso próprio viés. Nesse sentido, você pode combinar com seus amigos mais próximos de ler o mesmo livro, para que possam trocar anotações e ideias entre si, enriquecendo o processo de mergulho em um universo, proporcionado por um livro.

Tenha um caderno para anotações

Apenas ler não fará você reter o conhecimento contido nas páginas, e ter processos que permitam refletir e criar links é crucial. Nesse sentido, um caderno de notas é um mecanismo que pode ser de grande auxílio, à medida que possibilita trazer ao mundo físico algo que ficaria preso no universo subjetivo, sem contato com a realidade. Dessa forma, você anotará as passagens mais significativas das suas leituras, as frases mais importantes, as ideias que você não quer que sejam perdidas e tudo mais que achar interessante.

Marque seus livros

Não subestime o poder de deixar suas marcas em seus livros favoritos, isso contribui para que seu cérebro seja capaz de estabelecer mais conexões em relação ao que está sendo lido. Quando se cria um método para pensar, fica bem mais simples manter aquilo que se aprendeu a médio e longo prazo. Encontre a sua forma de conversar com os livros, seja sublinhando, passando marca-texto ou referenciando anotações feitas no seu caderno, para consultar depois. Depois de lido, com todos os insights e marcações feitos, o livro parece ter sido realmente manuseado e refletido em seus pensamentos, de maneira que cada anotação retoma à sua intenção ao destacá-la.

Faça perguntas, e busque respondê-las

Durante a leitura, é muito importante se manter questionando sobre tudo, desde o motivo que levou o autor a escolher o tema em questão, até se esse texto faria sentido no contexto real. Quando fazemos uma pergunta, estamos criando conexões em nosso cérebro que favorecem o nosso aprendizado, permitindo a expansão daquilo que sabemos. O passo seguinte é buscar respostas para todas as questões que a leitura suscitou no seu íntimo. A internet é uma ferramenta incrível para associar às suas leituras, pois permite investigar tudo aquilo que ainda não se sabe e resolver os mais intrincados enigmas que as leituras podem oferecer. Nesse sentido, parar um pouco a leitura para entender uma citação ou palavra é muito válido.

Entenda que ler também é lazer

Diferente do que muitas pessoas pensam, a leitura também pode ser lazer. Isso significa que você pode e deve ler livros por diversão, independente de terem algum conteúdo considerado útil ou não. Quando sentimos prazer em uma atividade, a forma com que fixamos a experiência em nossa memória muda completamente. Ler é um processo que pode ser constantemente melhorado, quanto mais você ler melhor ficará em percorrer as palavras dispostas pelas páginas e encontrar um sentido para elas.  Além disso, a leitura é ampliada quando se tem contato com variados tipos de linguagens, e há sempre o que ser aprendido, desde biografias até coletâneas de poesias.

Livros são ferramentas poderosas de transmissão de conhecimento, e como dizia Umberto Eco, "o bom livro é aquele que se leia". Existem detalhes pequenos que podem mudar a nossa experiência, e com a leitura não é diferente.

Esperamos que com essas dicas você extraia o máximo possível dos seus livros, e caso precise de um caderno, estamos sempre de portas abertas!

Obrigado pela leitura,

Até a próxima!

1 comentário

Murilo Ferreira Campos Carvalho

Adoro essas postagens! São simplesmente fantásticas! Estou ansioso para a próxima.

Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados